Ottobre  2018
Lun Mar Mer Gio Ven Sab Dom
   
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31  

BRASIL SUL 22º CONGRESSO MLO

ACHIROPITA, SÃO PAULO/SP, 26 e 27 Mai 2018 

Ata do XXII Congresso anual do Movimento Laical Orionita Brasil Sul realizado nos dias vinte e seis e vinte e sete de maio de dois mil e dezoito realizado na cidade de São Paulo, SP, na Paróquia Nossa Senhora Achiropita. Estiveram representadas as obras e paróquias sediadas em: Dourados e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul; Cotia, Rio Claro e Guararapes, no estado de São Paulo; Curitiba, Quatro Barras e São José dos Pinhais, no Paraná; São José (Forquilhinhas) e Siderópólis, em Santa Catarina e Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.Toda a comunidade da Achiropita estava envolvida na preparação e condução das atividades do congresso. No dia anterior ao início da programação, as caravanas foram recepcionadas com um jantar no salão da paróquia, onde foram feitas todas as refeições durante o evento. No sábado, dia vinte e seis de maio, todos os participantes se dirigiram para o Teatro Sérgio Cardoso, que sediou parte das atividades do congresso. Foram dadas as boas-vindas e feita a chamada das caravanas presentes; na sequência, deu-se início à cerimônia de abertura, onde as cidades representadas apresentaram suas bandeiras e padroeiros das obras e paróquias. Feita a oração inicial, o provincial, Padre Rodinei Carlos Thomazella declarou aberto o XXII Congresso do MLO Brasil Sul, com o tema “Servos de Cristo e dos pobres”. Também foram dadas as boas-vindas por parte do dirigente espiritual do MLO territorial, Padre Claudinei Niedzwieck, dos Padres Aparecido Nascimento e Pedro Bortolini, da Paróquia sede do congresso e Aparecida Aquino Torres, coordenadora do MLO de São Paulo. Durante a manhã, as caravanas presentes fizeram suas apresentações dentro das temáticas propostas em consonância com o tema do congresso – POBRES DE:  vocação (São José dos Pinhais); fé (São José – Forquilhinhas); saúde (Cotia); terra (Campo Grande); educação (Siderópolis); direitos no campo (Guararapes); família (Curitiba); perspectivas jovens (Quatro Barras); cidadania – povos indígenas (Dourados); moradia – periferias (Porto Alegre) e cuidados – idosos (Rio Claro). Terminadas as apresentações que refletiram as realidades de cada localidade os congressistas se dirigiram para o almoço na paróquia. Na saída do teatro, todos os participantes foram presenteados com o livro “A alma fascinante de Santo Orione”, de autoria dos Padres Bogaz e Rodinei, Professor João Henrique Hansen e Maria Emília Conte Moitinho.  Após o almoço, os presentes, divididos em grupos conforme cores dos crachás, participaram de workshops conhecendo o trabalho desenvolvido na comunidade que nos acolheu. Os workshops foram conduzidos pelos responsáveis da comunidade que atuam nas obras sociais e seus assistidos: Casa de Acolhida Rainha da Paz, em Campos do Jordão, que acolhe dependentes químicos; Creche Mãe Achiropita; Núcleo de convivência para idosos; Centro Educacional Dom Orione e Casa Dom Orione, que atende pessoas em situação de rua. Depois das belas e emocionantes apresentações, nos dirigimos para a Praça Dom Orione, onde iniciou a procissão com a reza do rosário, conduzida por responsáveis das caravanas. No retorno à paróquia, foi servido o jantar e tivemos a apresentação cultural da “noite italiana”, em virtude da grande colônia imigrante que deu origem à comunidade atual. No domingo, dia vinte e sete, nos dirigimos outra vez ao Teatro Sérgio Cardoso. Após oração inicial e momento de animação, foi apresentado pelo Padre Antônio Sagrado Bogaz os materiais audiovisuais sobre nosso fundador que estão disponíveis para conhecimento e formação nos grupos locais. Assistimos a uma vídeo biografia de São Luís Orione e depois houve um debate mediado pelo Padre Bogaz com questões que foram respondidas pelos padres Rodinei, Osvaldir, Marcio e Evaldo; pelos clérigos Alifer e Pablo; pela Irmã Lina e pela leiga Mércia. Após o debate, tivemos a Santa Missa, celebrada pelo cardeal Dom Odilo Scherer. Ao final da celebração, foi feita a passagem da capelinha de São Luís Orione para a coordenação local do MLO de Guararapes, que sediará o congresso em 2019. Encerrando o XXII Congresso do MLO, tivemos o almoço de confraternização e despedida, que contou com a presença da velha guarda do Bixiga, que fez o animado acompanhamento musical deste almoço. Assim, todas as caravanas presentes retornaram às suas casas renovados para seguir os preceitos de nosso santo junto aos mais pequeninos. Sendo o que havia a constar, eu, Viviane Zandoná, secretária do MLO Brasil Sul, lavro esse registro q

ue após aprovado, segue assinado por mim.

São Paulo, 27 de maio de 2018.